Imprensa

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Imprensa

Termos equivalentes

Imprensa

Termos associados

Imprensa

39 Descrição arquivística resultados para Imprensa

39 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Adolfo José Martins (1885-1968)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x12cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Fundou e dirigiu o Colégio 2 de Maio (1904) e Colégio Guia do Futuro. Fundou o jornal “Gazeta Joaquinense” (1906) e um colégio-internato em Bom Jardim da Serra. Vereador na Câmara Municipal de São Joaquim (1918-1921 e 1947-1950). Intendente Municipal em Bom Jardim da Serra (1934). Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1935-1937).

Adolpho Mello (1861-1926)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x9cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Violinista, compositor e jornalista. Tesoureiro-geral do Estado e diretor do Conselho Municipal de Desterro.

Machado, Porfirio

Álvaro Correia (1933-?)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 9x6cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: escrita, amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Deputado à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1975-1987). Diretor de esporte e notícias da Rádio Nereu Ramos. Redator do jornal “Lume” e do jornal “A tribuna”. Colaborador do jornal “A Nação” e correspondente do jornal “O Estado de São Paulo”. Correspondido da “Gazeta Esportiva”, cabendo-lhe chefiar, anualmente, a delegação catarinense participante da Corrida de São Silvestre. Um dos fundadores, em 1957, da Associação de Imprensa e Rádio do Vale do Itajaí. Consultor Técnico da Secretaria da Criança e do Adolescente (1988). Secretário municipal da Secretaria do Bairro Garcia, na administração do prefeito Décio Lima.

Amaro Joaquim de Vargas (1877-1923)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 8x6cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: manchada, amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Utilizava como pseudônimo o nome “Josmaro”. Poeta, guarda-livros, colaborou com jornais da capital catarinense.

Antonieta de Barros (1901-1952)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 9x15cm, p&b, 2 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1998.; OBSERVAÇÕES: A foto é de um desenho de Carlos Humberto Correa feito em 1971 e consta no verso: “Antonieta de Barros – Desenho de Carlos Humberto Correia 1971 para biografia publicada em Notícias Culturais”; RESUMO: Antonieta fundou o Curso Particular Antonieta de Barros (1922) e o dirigiu até o ano de sua morte. Criou e dirigiu o jornal “A Semana”, mantido até 1927; dirigiu o periódico “Vida Ilhoa” (1930); fundou e dirigiu o jornal “A Semana” (1922-1927). Escreveu vários artigos para jornais locais e o livro “Farrapos de Idéias, 1937”, com o pseudônimo de “Maria da Ilha”. Fez parte do Conselho Deliberativo da Associação Catarinense de Imprensa (a partir de 1938). Lecionou na Escola Normal Catarinense, no Colégio Coração de Jesus, no Colégio Dias Velho e no atual Instituto Estadual de Educação (sendo diretora nos dois últimos). Foi uma das primeiras mulheres eleitas no Brasil e a primeira negra brasileira a assumir um mandato popular, tendo sido pioneira e inspiração para o movimento negro.

Correia, Carlos Humberto

Antônio Mâncio da Costa (1886-1971)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 7x12cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: merelada; LEGIBILIDADE: RESUMO: Principal Secretário do Governador Hercílio Luz (1918), Superintendente Municipal substituto de Florianópolis (1919) e Inspetor de Ensino (1919). Deputado ao Congresso Representativo de Santa Catarina (1922-1924). Chefe da Instrução Pública do Estado (nomeado em 1926). Diretor da Imprensa Oficial do Estado (nomeação de 1934). Professor de Português e Ciências, Diretor do Instituto de Educação Dias Velho. Co-fundador da Faculdade de Farmácia e Odontologia de Santa Catarina e Fundador da Cadeira nº 25 da Academia Catarinense de Letras.

Ary de Bittencourt Machado (1900-?)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 9x14cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: escrita, amarelada; LEGIBILIDADE: Boa; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; OBSERVAÇÕES: Consta no verso: “Ao amigo doutor José Boiteux, fundador do instituto Polytechinico, a quem a mocidade estudiosa catharinense devem. Esta recordação amiga, como prova da mais alta distinção que um jovem odontólogo pode offerecer/Ary de Bittencourt”; RESUMO: Dirigiu a “Revista Acadêmica” do Instituto Politécnico de Florianópolis, onde estudou odontologia.

Linzmeyer, Antonio

Elói José Ranzi (1941-2021)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x9cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: escrita, amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Prefeito Municipal de Maravilha (1977-1983). Presidiu a Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (1979-1980). Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1983-1987). Vice-Prefeito de Maravilha (1989-1992). Presidiu o Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (1994-1995) e voltou a ocupar o cargo de 1999 a 2002. Sócio-proprietário da Rádio Difusora 90.3.

Felipe Schmidt (1859-1930)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: manchada, amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; OBSERVAÇÕES: Consta no verso: “Offecido ao meu amigo Henrique Carlos Boiteux/ Tijucas Grande/ 28 de dezembro de 1875/ Felipe Schmidt.”; RESUMO: Alistou-se no Exército, em 1876, formou-se em Engenharia Militar pela Escola Militar (1883) e integrou o Batalhão de Engenheiros. Deputado Federal por Santa Catarina (1890-1891), Deputado Constituinte e assinou a primeira Constituição republicana do país (1891). Governador do Estado de Santa Catarina (1898-1902 e 1914-1918). Trabalhou pela aprovação do Acordo de Limites entre os Estados de Santa Catarina e Paraná (1916). Senador por Santa Catarina (1903-1915 e (1918-1930). Proprietário do jornal “O Dia” e sócio Fundador do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.

Francisco Barreiros Filho (1891-1977)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 12x18cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; RESUMO: Jornalista, escritor e professor. Professor de Língua e Literatura Vernáculas da Escola Normal Catarinense (1916). Dirigiu-a em 1918 e mais duas vezes até o ano de 1929. Sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (1920). Fundador da Academia Catarinense de Letras, Cadeira No 24. Diretor da Instrução Pública do Estado (1930). Deputado Constituinte catarinense (1935-1937). Lecionou (1944) Português e Francês na Academia do Comércio de Santa Catarina. Em 1946, dirigiu o jornal O Estado. Secretário Civil (1947-1951). Assumiu interinamente o governo do Estado (1948, 1949). Inspetor Geral do Ensino Normal do Estado e escolhido Diretor da Revista da Academia Catarinense de Letras, em 1951.

Henrique Rupp Junior (1880-1959)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Promotor Público nas Comarcas catarinenses de Curitibanos e Florianópolis (1909). Fundou o jornal “A Vanguarda” e foi redator do jornal “O Dia” (1908-1910). Fundou o periódico “A Pátria” e, em 1915, o jornal “O Estado”, sendo Diretor até 1917. Deputado Estadual ao Congresso Representativo de Santa Catarina (1901-1903, 1907-1909 e 1916-1924). Superintendente substituto de Florianópolis (abril de 1912 e dezembro de 1912 a de janeiro de 1913). Fundou a Legião Republicana que agregava políticos do PRC. Deputado Federal (1935-1937). Professor de Direito Comercial, diretor e um dos fundadores da Faculdade de Direito de Santa Catarina Um dos fundadores da União Democrática Nacional no Estado (1945).

Horácio Serapião de Carvalho (1872-1935)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 11x16cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: manchada, amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Poeta, jornalista e professor. Amigo do poeta Cruz e Sousa e do escritor Virgílio Várzea, participou do grupo literário conhecido como guerrilha literária, no final do século XIX, em Florianópolis. Horácio está entre os fundadores da Sociedade Catarinense de Letras, antecessora da Academia Catarinense de Letras, do qual foi o primeiro titular da cadeira 16, que tem como patrono João Justino Proença. É também patrono da cadeira 10 na Academia de Letras de Palhoça, cuja fundadora foi Carmem Mara Carvalho de Lima. Integrou o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.

Menezes, H.

Iraí Zílio (1946-?)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 8x6cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Administrador de empresas. Radialista na Rádio Sociedade Catarinense de Joaçaba (1964-1977); correspondente do jornal Correio do Povo (1976- 1978), e redator do Jornal Regional (1979-1982). Vereador na Câmara de Joaçaba (1970-1973) e 2º Secretário da Mesa Diretora da Casa Legislativa. Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1983-1991). Secretário de Estado da Comunicação Social nomeado em 1989.

Ismael Pinto de Ulisséa (1860-1937)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6,5x11cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: manchada; LEGIBILIDADE: Regular; RESUMO: Médico e jornalista. Editou o jornal “A Nota” (1917), escreveu artigos sobre a doutrina espírita e os publicou no jornal “O Albor”. Deputado Constituinte de 1892 e Deputado Estadual no Congresso Representativo de Santa Catarina (1892-1893).

João José Rosas Ribeiro de Almeida (1832-1889)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 5x6cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada, com fungo; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Jornalista, professor e político brasileiro. Deputado à Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina. Pai de Oscar Rosas.

Joaquim Augusto do Livramento (1820-1883)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Escrita, manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Bacharel em direito. Deputado em 1846-1847, 1852-1853, 1854-1855, 1856-1857, 1864-1865. Foi proprietário e redator do jornal “O Mercantil” (1862-1864). Promotor público na Comarca de Desterro (1870) e vice-presidente da província de SC em 1878 e 1882. Secretário de Polícia da Província de Santa Catarina (1857); Procurador Fiscal do Tesouro (1857-1860); Juiz Municipal de São José (1863-1868).

M., Christiano

Joaquim Augusto do Livramento (1820-1883)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 5,5x8cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Bacharel em direito. Deputado em 1846-1847, 1852-1853, 1854-1855, 1856-1857, 1864-1865. Foi proprietário e redator do jornal “O Mercantil” (1862-1864). Promotor público na Comarca de Desterro (1870) e vice-presidente da província de SC em 1878 e 1882. Secretário de Polícia da Província de Santa Catarina (1857); Procurador Fiscal do Tesouro (1857-1860); Juiz Municipal de São José (1863-1868).

Joaquim Augusto do Livramento (1820-1883)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 7x11cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Bacharel em direito. Deputado em 1846-1847, 1852-1853, 1854-1855, 1856-1857, 1864-1865. Foi proprietário e redator do jornal “O Mercantil” (1862-1864). Promotor público na Comarca de Desterro (1870) e vice-presidente da província de SC em 1878 e 1882. Secretário de Polícia da Província de Santa Catarina (1857); Procurador Fiscal do Tesouro (1857-1860); Juiz Municipal de São José (1863-1868).

Joaquim da Silva Ramalho (1836-1879)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Bacharel em direito, Promotor Público (1861); Diretor Geral interino da Instrução Primária da Província (1863); Procurador Fiscal interino da Tesouraria da Fazenda (1863); Juiz de Direito da Comarca (1865) e Chefe de Polícia da Província (1870). Juiz Municipal dos Termos de São Miguel e São José (1864); Juiz de Órfãos do mesmo Termo (1865); Juiz de Direito de Itajaí (1868-1870) e Juiz de Direito da Comarca de Lages (1870-1872). Foi redator-chefe do jornal A Regeneração (1873), Provedor da Irmandade do Senhor Jesus dos Passos e Hospital de Caridade do Desterro (1876-1877). Vice-presidente da província de SC em 1878 -1879 e cavaleiro da Ordem da Rosa.

Joe Luís Martins Collaço (1889-1951)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 9x14cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; OBSERVAÇÕES: Consta no verso: “Caro Boiteux/ Muito grato pelo seu amável cartão. Aqui todos com saudades suas, com a nostalgia da sua palestra atrahente./ Seu projecto sobre postos médicos nos municípios assolados pelo impaludismo e ambilostomiase é lei desde hontem. Foi sancionado sobre o nº 1085./Receba um cordial abraço do collega e amigo/ Joe Colaço/ Florianópolis 30/08/1916.”; RESUMO: Oficial do Gabinete do Governador (1914-1918). Secretário do Interior e Justiça (1922-1923). Secretário da Fazenda e Obras Públicas (1924). Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1916-1924). Colaborou com os jornais florianopolitanos: O Estado (1915) e A Verdade (1921). Fundou a Academia Catarinense de Letras, tendo sido empossado na Cadeira no 21. Integrou o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.

José Bonifácio da Cunha (1860-1915)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 10x14cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Doutor pela faculdade de medicina na Bahia (1883). Em 1885, passou a residir em Blumenau/SC, onde exerceu as funções de: Médico, Delegado de Higiene (de 1887 a 1889); Delegado Literário; Chefe Escolar (1896) e Coronel Comandante da Guarda Nacional (1896). Deputado à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, à época denominada de Congresso Representativo (1891, 1894-1897, 1901-1909). Superintendente (Prefeito), nos períodos de 1890-1891 e 1899-1903, Inspetor Veterinário no Estado de Santa Catarina (1915), integrou a Comissão de Propaganda do Brasil na Europa (1887), colaborou com a imprensa catarinense (publicava artigos no jornal Blumenauer Zeitung) e tornou-se sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (1903).

Machado, Porfirio

José Elisário da Silva Quintanilha

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Escrita, manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Poeta e jornalista, escreveu o livro “Lírios e Rosas” . Diretor do jornal “O Mercantil” (1866-1869).

José Joaquim Lopes Junior (1840-1903)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Escrita, manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Diretor do jornal “O Despertador” de Desterro. Foi professor no Liceu de Artes e Ofícios.

José Joaquim Lopes Netto (1803-1894)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 5,5x9,5cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada, com fungo; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Ainda jovem se inscreveu voluntariamente para o Exército e era Cadete quando combateu pela primeira vez. Professor de primeiras letras em Laguna (1831). Secretário do Colégio Eleitoral da Capital (1846). Jornalista que, por meio de leilão judicial, adquiriu a “Tipografia Provincial”. Fundou os Jornais: “O Argos da Província de Santa Catarina”, Desterro (1856); “Conservador”, Desterro (1855); e “O Despertador” (era proprietário), Desterro (1863-1885). Deputado à Assembleia Legislativa Provincial catarinense (1850-1855, 1860-1863 e 1866-1867). Delegado de Polícia da Capital, nomeado em 1869.

Moreira, Santos

José Johanny (1872-1915)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Escrita, manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Redator e diretor do jornal “A Verdade” de Laguna (1883), “Fanal” também em Laguna (1887), “O Trabalho” (Laguna, 1888), “A Pátria” (Laguna 1892), “O Albor” (Laguna 1910), fundador da Revista Catarinense (Laguna 1911-114). Agente dos Correios em Gravatal (1896); professor público (1899); comerciante; advogado (não formado, mas autorizado pelo Tribunal de Justiça para exercer a profissão), Promotor Público (São Bento do Sul e São Francisco do Sul) e Secretário da Câmara de Laguna (1902-1908). Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 1907-1912. Membro do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e Patrono da Cadeira número 24, da Academia Catarinense de Letras.

Ruhland, José

Laércio Caldeira de Andrade (1890-1971)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 11x17cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Fundador do Centro Cívico e Literário. Colaborou intensamente na imprensa. Professor. Foi fundador e primeiro vice-diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense e por muitos anos seu diretor. Fundou a Escola de Educação Básica professor Laércio Caldeira de Andrada (19529), em São José. Membro da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina. Concorreu pela “Liga Pro-Estado Leigo” para a Assembleia catarinense em 1933, não se elegeu.

Leopoldo Diniz Martins Junior (1887-1967)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 8x13cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: escrita, manchada, amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Advogado e jornalista. Promotor Público em Laguna (1910-1913). Inspetor Escolar em Laguna (1914). Deputado Federal por Santa Catarina (1935-1937). Presidente do Instituto Nacional do Mate (1938). Embaixador substituto do Brasil em Buenos Aires (1938). Membro da Academia Catarinense de Letras, ocupante da cadeira número 5.

Vasquez , J. G.

Líbero Guimarães (1835-1908)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 10x11cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: escrita, amarelada, com fungo; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Deputado Estadual ao Congresso Representativo de Santa Catarina (1894-1897). Líbero participou da batalha ocorrida (1894) pela Revolução Federalista. Após o confronto, recebeu a patente de Coronel Honorário do Exército. Representante da Revista de Santa Catharina, em Antonina, no ano de 1895, e um dos fundadores do Instituto Histórico Geográfico de Santa Catarina, em 1896.

Companhia Fotográfica Brasileira

Lídio Martins Barbosa (1864-1913)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 5x9cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada, com fungo; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; OBSERVAÇÕES: Consta no verso: “Ao estimado amigo José Boiteux: affirmação de uma amizade de todos os tempos, assegurada numa [inteira] solidariedade de princípios”; RESUMO: Dedicou-se ao jornalismo e escreveu para vários jornais de Desterro: A Evolução (1885-1889), do qual foi diretor, Jornal do Comércio, A Reforma, A República, O Estado, entre outros. Integrou o Clube Republicano Esteves Júnior e participou do Congresso Republicano Nacional, reunido na Corte do Rio de Janeiro, em 1887, representando Santa Catarina. Deputado suplente convocado (1892-1893). Patrono da Cadeira no 28 da Academia Catarinense de Letras e foi membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.

Machado, Porfirio

Luís Antônio Ferreira Gualberto (1857-1931)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 13x14cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Formou-se na Faculdade de Medicina da Bahia (1878). Delegado de Saúde do Porto e Delegado de Higiene de São Francisco do Sul (1885). Intendente de São Francisco do Sul (1889-1891), Presidente (1895-1899) e Superintendente (1899-1902), equivalem atualmente ao cargo de Prefeito Municipal. Escreveu vários artigos na imprensa catarinense. Fundador (1896) e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, e da Cadeira número 4 da Academia Catarinense de Letras. Deputado Constituinte ao Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa), (1891-1893, 1896-1897).

Manoel Tiago de Castro (1872-1941)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x9cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: escrita, amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Jornalista, fundou e dirigiu diversos jornais em Lages: redator responsável pelo jornal “O Lageano” (1891); fundou a Gazeta de Lages (1892), O Município (1896), a Gazeta de Lages (1897), e O Conciliador. Também em Lages. Conselheiro Municipal (1900-1903) e Promotor Público. Deputado Estadual no Parlamento Catarinense (1904-1930 e 1935-1937). Integrou a Associação Rural de Lages e 1º Secretário da entidade.

Martinho José Calado e Silva (1855-1914)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação.; RESUMO: Jornalista e político brasileiro. Proprietário de um jornal em Desterro, com o qual Cruz e Sousa manteve estreitos laços. Prefeito interino (vice-presidente da intendência de Florianópolis) de novembro a dezembro de 1892. É patrono da cadeira 35 da Academia Catarinense de Letras.

Barros, Justiniano José de

Pedro José Leite Júnior (1848-?)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; OBSERVAÇÕES: Consta no verso: “A meo protector e amigo o ilustríssimo senhor dr. Joaquim da Silva Ramalho, como prova de dedicação e sincera amizade, offereço meo retrato. Lages, 25 de agosto de 1878. Ass. Pedro José Leite J.”; RESUMO: Exerceu as funções de advogado e Promotor Público em Lages. Foi nomeado Presidente da Associação Literária de Desterro (atual Florianópolis) em 1869. Deputado para a Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina (1882-1883). Delegado Literário e Redator Gerente do jornal Gazeta de Lages.

Presalindo Lery dos Santos (1852-?)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x10cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Jornalista na província, diretor dos jornais do Comércio e do Farol, e presidente da Associação Mineira de Imprensa, além de Deputado à Assembleia Nacional Constituinte de 1946. Em Laguna, foi professor, abriu o colégio Lery Santos, e fundou o jornal O Município (1878). Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina (1882-1883).

Lopes

Salomão Ribas Junior (1945-?)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 6x8cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: escrita, amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Locutor esportivo da Rádio Anita Garibaldi. Assessor Parlamentar do Senador Antônio Carlos Konder Reis (1967-1974). Assessor-Chefe de Gabinete do Ministro da Indústria e Comércio e Chefe do Departamento de Administração do Conselho de Desenvolvimento Industrial do Ministério da Indústria e Comércio (1971-1974). Secretário da Educação (1975-1977), Secretário Extraordinário interino para Assuntos de Imprensa (1977), Secretário para Assuntos da Casa Civil (1977-1979), Secretário interino da Saúde e da Promoção Social (1978), Consultor Geral do Estado (1979-1980) e Vice-Presidente da Companhia de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina (1980-1982). Presidiu o Diretório Estadual da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (1975-1982). Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1983-1991). Secretário de Estado da Cultura, Esporte e Turismo. Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (1990-2014). Lecionou sobre Instituições de Direito Público na Universidade do Estado de Santa Catarina (1991-1992). Membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, da Associação Catarinense de Imprensa, do Instituto de Direito Administrativo do Estado de Santa Catarina e ocupa a cadeira 38 da Academia Catarinense de Letras, tendo sido Presidente desta entidade (2014-2018).

Transcrição paleográfica dos Avisos do Ministério do Império para Governo da Capitania, Junta Governativa Provisória e Presidência da Província (1820/1824), v. 2

O segundo volume transcrito compreende o período de 1820 a 1824 e contém assuntos como: nomeação de cargos, abertura e conservação de estradas, títulos de terras, planta do Rio Itajaí, envio de decretos, captura de desertores do Exército, eleições, criação da Junta Governativa Provisória, prestação de contas, assassinato do Juiz de Laguna, saída do Brasil para Portugal do Príncipe Regente, falecimento de membros da família real, alta cobrança de impostos, remessa de periódicos, remessa do Manifesto e da Proclamação do Príncipe Regente, concessão de Sesmarias, exportação de farinha de mandioca, remessa de Provisão (aguardente de cana), estabelecimentos de ensino, definição de dias de festa nacional, relação nominal de oficiais e seus salários, liberdade de imprensa, análise de água mineral, reconhecimento da Independência do Brasil, mapa da estatística da população da província.

Transcrição paleográfica dos Avisos do Ministério do Império para Presidência da Província (1825/1829), v. 3

O terceiro volume transcrito compreende o período de 1825 a 1829 e contém assuntos como: criação de Correios, requerimentos de terras, remessa de publicações, solicitação de relatórios sobre educação, envio de esmolas para Jerusalém, abertura de estradas, envio de produtos ao Museu Nacional, solicitação de títulos, remessa de gêneros de primeira necessidade para o nordeste, instalação da Assembleia Geral Constituinte, falecimento da Imperatriz Leopoldina, chegada do Imperador à Desterro, remessa de pus vacínico, iluminação da Corte, remessa de materiais bélicos, relação de hospitais, casas de órfãos, expostos e de caridade.

Arquivo Público do Estado de Santa Catarina

Victor Konder (1886-1941)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 9x12cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: Manchada, com fungos e amarelada; LEGIBILIDADE: Regular; MODO DE AQUISIÇÃO: doação, 1985.; RESUMO: Bacharel em direito, foi redator do jornal “Novidades” de Itajaí. Membro e Presidente do Conselho Municipal (cargo atual de Vereador), em dois períodos: de 1919 a 1923 e de 1923 a 1927. Deputado Estadual ao Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa) (1919-1921 e 1926-1930). Deputado Federal por Santa Catarina (1924-1926). Secretário dos Negócios da Fazenda, Viação e Obras Públicas e Agricultura (1922-1926., Ministro de Estado das Negociações da Viação e Obras Públicas (1926-1930). Academia Catarinense de Letras.

Walter Zigelli (1993-2019)

DESCRIÇÃO FÍSICA: 3x4cm, p&b, 1 ex.; CONSERVAÇÃO: amarelada; LEGIBILIDADE: Bom; RESUMO: Vereador em Joaçaba. Deputado Estadual (1963-1967). Tabelião de Notas da Comarca de Joaçaba. Juiz Substituto de Joinville e após Juiz de Direito, sucessivamente, nas Comarcas catarinenses de Trombudo Central, Orleans, Biguaçu, Palhoça e Capital. Professor na Universidade Federal de Santa Catarina na disciplina de Direito Processual Civil. Exerceu atividades jornalísticas no “Jornal Cruzeiro do Sul” e foi diretor na “Rádio Diário da Manhã”.